fbpx

vamos conversar?

Por que escolher a SoftDesign?

Tempo de leitura: 10 minutos

A busca por diferenciação no mercado de trabalho é algo que une empreendedores e profissionais nos mais variados setores. Para destacar-se entre a multidão, o modo de pensar e agir tornou-se uma estratégia importante para quem realmente deseja obter vantagem competitiva. Mas o que realmente torna uma empresa autêntica? Na SoftDesign, acreditamos que expandir hard e soft skills por meio do conhecimento nos torna únicos. Em um ambiente horizontal, promovemos um estilo de vida que tem como base a colaboração e o aprendizado contínuo.

Nosso jeito de trabalhar

Entretanto, sabemos que essas habilidades precisam romper o mundo das ideias, já que esses discursos só encontram razão de existir quando colocados em prática. Para o nosso CEO Osmar A. M. Pedrozo, o setor de TI mudou muito nos últimos anos e agora que o mercado está aquecido como nunca, o conhecimento prático ganhou ainda mais valorização. “Os nossos profissionais têm a oportunidade de se manterem atualizados por meio de encontros semanais e mensais que promovem a troca de conhecimento, como os SoftDrops e as Comunidades de Práticas. Além disso, também estamos apostando cada vez mais na formação de trainees”.

Sabe-se que cursar uma pós-graduação exige muita dedicação e compromisso a longo prazo. Se esse mindset faz sentido para você: a SoftDesign é o lugar certo. “Nós realmente queremos desenvolver pessoas. Sempre buscamos aprender coisas novas para aplicá-las no dia a dia, com foco em gerar valor para o profissional e para o cliente. Sendo assim, o investimento em formação é essencial, pois para inovar precisamos dominar novas tecnologias”, ressalta Pedrozo.

Ser uma empresa humana também é importante para nós. De acordo com o CEO da SoftDesign, nossa diferenciação é identificada em nossas relações estáveis. Trabalhamos diariamente para construir uma empresa que valoriza sustentabilidade, transparência e horizontalidade. “Ser simples diz muito sobre a nossa cultura. O nosso ecossistema não é baseado em protocolos e todas as pessoas possuem a mesma importância, indiferente dos cargos que ocupam. Acreditamos que causamos um impacto positivo no mundo quando ajudamos o próximo, por isso incentivamos o sentimento de comunidade. E lógico, esta é uma busca constante. Nada está pronto e sempre pode melhorar. Cada um é responsável pelo clima que criamos para trabalhar”.

Aprendizado e Desenvolvimento

Para Márcia Borges Fortes, responsável pela área de desenvolvimento de pessoas na SoftDesign, o ramo da tecnologia por si só é capaz de atrair excelentes profissionais. Porém, ter horizontalidade na gestão da empresa e operar por meio de Métodos Ágeis, dentro de uma Cultura de Colaboração, são estratégias de diferenciação que de fato tornam a organização mais atraente e apta a promover inovação. “Enquanto empresa, temos a responsabilidade de oportunizar e incentivar a busca pelo conhecimento, e fazemos isso por meio do nosso programa de benefício à educação, certificação, entre outros. Vivemos em um mundo onde a mudança é constante, principalmente no setor da tecnologia. Por isso, é necessário corresponder as exigências do mercado, incentivando a busca por aprendizado contínuo”.

Esse tipo de investimento é vantajoso para ambos os lados, visto que o colaborador adquire novos conhecimentos que farão parte da sua vida, e a empresa adquire novas habilidades, cuja soma resulta em uma organização capaz de atender variadas demandas. Quando um cliente procura a SoftDesign, nossa expertise possibilita que indiquemos os melhores métodos e tecnologias para aquele projeto e produto digital.

Vem Pra Soft

A SoftDesign cresceu muito nos últimos anos, por isso estamos focados em fortalecer cada vez mais a nossa cultura e valores. Segundo Márcia, a aprendizagem precisa ser encarada como um processo sem fim que não acaba na universidade. “Há muito conhecimento disponível além dos diplomas. É claro que as certificações são importantes, mas a jornada de desenvolvimento continua pela vida toda, precisamos acompanhar e corresponder às necessidades e transformações do mundo, do mercado e da sociedade”.

Na SoftDesign, ao realizar avaliações contínuas de competências e elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), conseguimos identificar quais as competências que precisam ser trabalhadas e as áreas que nossos colaboradores possuem interesse em se desenvolverem. “É importante reforçar uma mentalidade aberta ao conhecimento e levar o aprendizado para além da educação formal. Assim é possível pensar em ações possíveis de serem executadas no dia a dia de trabalho, fazer reflexões de carreira de longo prazo e mostrar ao colaborador que ele tem autonomia e responsabilidade pelo seu desenvolvimento”, ressalta Márcia.

Expertise e Colaboração

O trabalho remoto nos colocou a um clique de distância: fator importante para quem trabalha alocado no cliente. Pensando nisso, os gerentes de outsourcing Ranusa Souza e Carlos Poitevin, dizem acreditar que as skills técnicas dos profissionais devem estar alinhadas com a postura comportamental. “Um ponto forte na TI é saber trabalhar de maneira colaborativa, visto que os times estão cada vez mais horizontais, atuando desde a concepção até a entrega do produto”, destacam.

O tempo de experiência e a diversidade de clientes e projetos também representam a diferenciação dos profissionais da SoftDesign. Além disso, trabalhamos com as tecnologias mais up-to-date, sempre focados em inovação, estimulando certificações como Scrum Foundation Professional (SFPC) e Kanban Foundation (KIKF).

Segundo Ranusa cada vez mais as soft skills ganham destaque no mercado de trabalho. Logo, além de ser tecnicamente bom, o profissional também precisa agir com empatia. “Essa composição é essencial, seja para atuar em clientes nacionais ou internacionais. Nossa empresa preza muito por um ambiente agradável e desafiante para se trabalhar. Nossa cultura de feedback também é uma diferenciação, visto que mantemos uma cadência recorrente e de acompanhamento, realizada por pares, líderes e clientes”, ressalta.

Além disso, por meio da inteligência emocional, os gestores buscam construir um relacionamento próximo com os seus liderados. “O colaborador não é são só mais um. Sabemos que o mercado está muito aquecido, mas temos orgulho em trabalhar de maneira artesanal. Desenvolvemos joias e a beleza disso está intrínseca nos dados colhidos internamente e na usabilidade dos produtos e serviços criados”, destaca Poitevin.

Agilidade e Inovação

Raphael Rodrigues  é Scrum Master na SoftDesign e garante que a qualidade técnica da empresa sempre foi uma diferenciação. “Na SoftDesign, temos muitos profissionais qualificados, com experiência, adaptabilidade de conhecimento e capacidade de enfrentar problemas no dia a dia. Exemplo disso são os projetos realizados em empresas consolidadas, que nos deram abertura para crescer junto aos nossos parceiros”.

A nossa cultura busca entender, sensibilizar e priorizar o problema das pessoas. Para isso, utilizamos o nosso jeito de pensar para criar soluções, sempre respeitando a cultura das empresas parceiras, com foco em business agility. “Nós não possuímos uma caixinha de ferramentas fechada. Sendo assim, o design continua muito presente em nossos processos. Além disso, temos flexibilidade de negócios, fazemos um bom mapeamento capaz de propor soluções de forma ampla e holística devido as competências técnicas da equipe”.

Somos uma empresa de serviços. Sendo assim, solucionamos demandas por meio de conhecimentos que são convertidos em entregas de valor. “Na SoftDesign, nós temos empatia com o problema do outro, pois esse pensamento faz parte da nossa cultura. Não fazemos o que fazemos por dinheiro a todo custo. Queremos ser uma empresa que possui um jeito de trabalhar que faz sentido para colaboradores e clientes”, destaca Rodrigues.

Como agregamos valor ao seu negócio

Mas afinal, qual é o jeito SoftDesign de trabalhar? Transparência, autonomia, gestão e união de gerações são alguns dos nossos diferenciais. “Penso que a autonomia ajuda na tomada de decisão e pessoas que tomam decisões sem medo de errar desenvolvem criatividade. Isso reflete na performance, já que o colaborador passa a acreditar mais em si mesmo. Ao engajarmos as pessoas, entregamos um serviço cada vez melhor”, explica Rodrigues.

A cultura da experimentação também é uma importante aliada, pois gera aprendizado. “Para grandes empresas oferecemos a estabilidade e expertise do nosso quadro de colaboradores, visto que não temos um turn-over expressivo e o nosso nível técnico é alto. Já para as startups, disponibilizamos um ambiente de experimentação focado na criação do modelo de negócios, sempre tendo como base o conhecimento e a construção de uma relação de confiança”, conclui.

Estamos abertos a novos colaboradores, parceiros, clientes e projetos. Se você se identificou conosco, preencha o formulário abaixo que entraremos em contato.


Sugestões ou críticas para nosso blog? Entre em contato pelo endereço mkt@softdesign.com.br.

Foto do autor

Pâmela Seyffert

Marketing & Communication na SoftDesign, Jornalista (UCPEL) com especialização em Gestão Empresarial (UNISINOS) e mestrado em Comunicação Estratégica (UNL). Especialista em comunicação e criação de conteúdo.

Deseja receber novidades sobre

DESIGN, AGILIDADE e TECNOLOGIA?

SoftDesign