fbpx

vamos conversar?

Startups Zebra: a união cria vantagem competitiva

Tempo de leitura: 6 minutos
por em 15 de julho de 2021

Quando algo inesperado acontece, frequentemente utilizamos a expressão “deu zebra”. O termo, muito popular no jogo do bicho, traduz em palavras como nos sentimos quando um resultado improvável surpreende a todos. A zebra não faz parte da tabela de animais da bolsa ilegal de apostas, mas integra a lista de startups mais conhecidas no mercado tecnológico.

Ao contrário dos unicórnios, as zebras são reais e assim como os camelos, essas empresas buscam crescimento planejado, sustentável e de longo prazo. Porém, não é só no mundo animal que as diferenças são observadas. Nos negócios, as zebras também se comportam de maneira estratégica para sobreviver no universo concorrido das startups.

De acordo com Mara Zepeda, CEO da Switchboard e fundadora do movimento Zebras Unite, a principal missão desse tipo de startup é contribuir para a solução de problemas sociais. Ou seja: a ética é crucial para esses negócios, enquanto o crescimento meteórico é um objetivo fora de questão e a lucratividade é considerada consequência do trabalho desenvolvido – a sustentabilidade financeira não é perseguida a todo custo.

A Vida em Bando

No reino animal, as zebras vivem e prosperam juntas. São facilmente avistadas dentro de grupos, pois ao desenvolverem uma rotina coletiva e social, conseguem se proteger com mais eficiência de possíveis ataques. Sendo assim, a colaboração é palavra de ordem para esses animais que preferem não competir entre si.

As Startups Zebra optam pela criação de negócios que estão a serviço da sociedade e das pessoas. Transparência é uma característica forte desses empreendedores que buscam fomentar ideias e projetos com alto impacto socioambiental. Além disso, seus métodos de financiamento são contrários aos das Startups Unicórnio.

No artigo Zebra companies offer an alternative to the unicorn fantasy, Mara ressalta que os modelos de negócios são responsáveis por gerar comportamentos e, em escala, essas atitudes podem ter resultados destrutivos. “Quando as empresas de Capital de Risco valorizam o tempo em detrimento da verdade, alguns poucos sortudos lucram enquanto a sociedade civil sofre. Quando o retorno para o acionista supera o bem-estar coletivo, a própria democracia é ameaçada”.

Aposte em Responsabilidade Social

Para construir um mundo melhor, as atitudes individuais devem ajudar a reforçar os resultados coletivos. Já que as Startups Zebra nasceram para contestar o modelo de Capital de Risco, que tal fazer um sacrifício pelo bem comum? É tempo de investir em projetos com objetivos alcançáveis e propósitos bem definidos. Assim, podemos construir o futuro por meio de negócios que são melhores para o planeta.

Segundo Mara o desenvolvimento de modelos de negócios alternativos ao status quo das startups se tornou um desafio dos novos tempos. “Esses modelos alternativos irão equilibrar lucro e propósito ao defender a democracia e valorizar o compartilhamento de poder e recursos. As empresas que criam uma sociedade mais justa e responsável ouvirão, ajudarão e curarão os clientes e as comunidades que atendem”, defende.

Vai dar Zebra!

Sabe-se que entre unicórnios e camelos, torna-se desafiante destacar-se frente às tendências empresariais da atualidade. Por isso, a fundadora do Movimento Zebras Unite elenca alguns dos desafios mais comuns enfrentados por essas empresas:

  • O problema não é o produto, é o processo (é preciso investir tempo para ajudar as instituições a adotarem, implantarem e medirem o sucesso da inovação e dos aplicativos);
  • As Startups Zebra geralmente são iniciadas por mulheres e outros fundadores pouco representados (mulheres recebem apenas 5% dos empréstimos para pequenas empresas e 3% do capital de risco);
  • Você não pode ser o que não pode ver (os empreendedores existentes, assim como os aspirantes, ainda não sentem segurança financeira e social para seguirem práticas comerciais sustentáveis);
  • E, por fim, um dos principais problemas é que as zebras estão presas entre dois paradigmas desatualizados (sem fins lucrativos e com fins lucrativos).

Entretanto, em um cenário pintado de branco e preto, a objetividade das Zebras torna-se um diferencial competitivo, em uma realidade empresarial que estimula disrupção e transformação digital acima de tudo. Lembre-se que nem sempre precisamos reinventar o mundo em que vivemos, em muitos casos investir na melhoria de produtos e processos pode ser a melhor opção.

Empreendedorismo Digital a Serviço de Todos

Se as Startups Zebra são uma fonte de inspiração para você, que tal planejar um modelo de negócios que respeite o Tripé da Sustentabilidade: People (Pessoas), Planet (Planeta) e Profit (Lucro)? Na SoftDesign, trabalhamos com equipes multidisciplinares, guiadas por Métodos Ágeis, que podem te ajudar a planejar um modelo de negócios mais sustentável e colaborativo.

Por meio da Concepção, te auxiliamos a explorar opções, entender melhor os usuários, identificar funcionalidades e escolher tecnologias. Esse serviço tem por objetivo elaborar a ideia do produto digital, tendo como base qual problema ele resolve e como pode gerar valor para a empresa e a sociedade. Não espere “dar zebra” para começar a investir nos seus projetos. Preencha o formulário abaixo e entre em contato conosco!


Sugestões ou críticas para nosso blog? Entre em contato pelo endereço mkt@softdesign.com.br.

Foto do autor

Pâmela Seyffert

Marketing & Communication na SoftDesign, Jornalista (UCPEL) com especialização em Gestão Empresarial (UNISINOS) e mestrado em Comunicação Estratégica (UNL). Especialista em comunicação e criação de conteúdo.

Deseja receber novidades sobre

DESIGN, AGILIDADE e TECNOLOGIA?

SoftDesign