Loading Softdesign

SoftDictionary: Scrum

Karina Hartmann
por Karina em 14/08/2018

Você sabe o que significa Sprint, Cerimônias, Product Backlog e Time-box? Abaixo nós esclarecemos esses termos relacionados ao método ágil de desenvolvimento de software.

Muitos dos termos utilizados pelos times ágeis são definidos pelo Scrum, “um framework usado para desenvolver e sustentar produtos complexos”*. No universo da tecnologia da informação, todos já ouviram falar nele, mas nem todos efetivamente o compreendem. Por isso, criamos esse breve glossário com o qual você pode sanar as suas dúvidas iniciais. Aproveite!

Scrum

O Scrum define um conjunto de papéis, artefatos, cerimônias e regras a fim de que esses itens funcionem juntos. Ele não é um método de gestão de projetos, nem é um processo completo de engenharia de software, mas sim um framework, como dito anteriormente. Por isso, o Scrum sempre será complementado ou usado em conjunto com outros métodos no desenvolvimento de software.

Sprint

“A Sprint é o coração do Scrum”*. Ela é um time-box, que deve ter no máximo quatro semanas. É durante a Sprint que um incremento do produto é desenvolvido, incremento esse que deve estar “pronto”, ou seja, deve ter passado por todas as etapas e atender todos os critérios para ser considerado usável e potencialmente entregável. É como se cada Sprint fosse um mini projeto, que deve atingir um objetivo combinado previamente pelo time.

Cerimônias

Nada pior do que reuniões sem objetivo, que duram horas e não chegam a lugar nenhum, né? Como antídoto para isso, o Scrum define quatro cerimônias, cada uma com um objetivo bem claro e com duração limitada (time-boxed).

  • A primeira é a Planning, que tem por objetivo planejar o trabalho a ser feito na Sprint;
  • A segunda é a Daily, realizada em até 15 minutos todos os dias, para definir o dia de trabalho;
  • A terceira é a Review, que visa inspecionar e adaptar o incremento do produto que foi entregue;
  • A quarta é a Retrospectiva, que tem por objetivo inspecionar e adaptar os processos e métodos de trabalho do time.

Product Backlog

“O Backlog do produto é uma lista ordenada de tudo que é necessário para o produto”*. Ele deve ser a única fonte de itens a serem desenvolvidos, pois assim o time sempre sabe onde obter a lista do que deve ser feito. A gestão do Backlog deve ser centralizada: o Product Owner é esse responsável, que cadastra, organiza, detalha e ordena o Backlog.

Time-box

O conceito é simples: limitar o tempo em um período fixo. Mas o Time-box é um dos conceitos mais poderosos por trás do Scrum.  Isso significa que, quando chegar o dia da entrega, o time vai entregar tudo que estiver pronto, ao invés de “adiar” a entrega por alguns dias. Esse conceito tão simples gera vários impactos positivos: melhor priorização do trabalho, melhoria na tomada de decisão e gestão dos riscos.

* As definições indicadas foram obtidas do Scrum Guide.

Gostou? Se você tiver outras dúvidas, entre em contato conosco. E se quiser saber mais sobre Desenvolvimento de Software, baixe o nosso material!

Acessar conteúdo