Loading Softdesign

SoftDrops sobre Auto-Organização Eficaz

Bruna Leite
por Bruna em 26/11/2019
3 minutos de leitura

Baseado na sua experiência em treinar mais de cem pessoas em temas como tempo, organização e planejamento, Diego Umpierre conversou com os colegas, no SoftDrops, sobre ‘auto-organização eficaz’. O desenvolvedor iniciou sua fala esclarecendo a diferença entre os termos ‘eficiência e eficácia’: “Eficiência tem a ver com fazer coisas de forma correta. Já a eficácia consiste em fazer coisas certas”, explicou.

A primeira foca-se mais no processo do que no objetivo e, nesse caso, uma pessoa pode ser eficiente, mas não ser eficaz; já a segunda se relaciona com o atingir metas, otimizar tempo e recursos. Por isso, para Diego, é mais válido ser eficaz do que eficiente. A partir dessa perspectiva, é importante fazer algumas definições para que seja possível alcançar a eficácia.

Definir valores, planejar e executar

De acordo com os seus estudos, Diego concluiu que, para estabelecer qual demanda deve ser executada primeiro, é preciso realizar as seguintes etapas:

• Reflexão: onde serão definidos os valores e princípios que norteiam as nossas ações;

• Planejamento: consiste em declarar as metas e o objetivo;

• Foco: executar as ações planejadas.

O desenvolvedor contou que, com essa compreensão, ele definiu princípios pessoais e buscou métodos de organização que pudessem concretizar suas metas e objetivos. “Nessa busca, eu encontrei o método ‘Getting Things Done’ (GTD), baseado no livro ‘A Arte de Fazer Acontecer’, e passei a estudar como poderia implementá-lo na minha rotina. Eu obtive ótimos resultados, mas ainda faltava algo”, comentou.

Foi então que Diego conheceu os métodos de desenvolvimento ágil Kanban e Scrum, e identificou como eles poderiam acrescentar na sua busca por uma auto-organização eficaz. Conforme o desenvolvedor, “esses métodos proporcionam um processo incremental e interativo. Isso significa que eles possibilitam uma autoavaliação constante durante o andamento do projeto, realizada em pequenas partes. Por isso, para mim, eles complementaram os outros métodos que eu já tinha conhecimento”.

A matriz GTD/Scrum/Kanban

Segundo o desenvolvedor, os dois métodos são eficazes para gerenciar até mesmo a vida pessoal, sendo o Kanban para tarefas diárias e o Scrum para projetos maiores, como uma viagem, por exemplo.

Esquema de auto-organização que une GTD, Scrum e Kanban.
Esquema de organização de GTD, Scrum e Kanban. Autor: Diego Umpierre.

“Quando me deparei com esses métodos, eu consegui relacioná-los com o GTD e compreendi que, apesar de serem diferentes, eles têm muito em comum. Quando correlacionados, eles me ajudaram a gerenciar a equipe que compõe a minha vida, que é a minha família”, concluiu.