Loading Softdesign

SoftDictionary: Arquitetura de Software

Ernani Ely Jr
por Ernani em 11/04/2019
4 minutos de leitura

Você entende a diferença entre backend e frontend? Sabe o que são Micro Frontends, Microsserviços e Aplicações Monolíticas? Abaixo nós esclarecemos esses termos relacionados à Arquitetura de Software.

Após dedicar tempo à Concepção, para construir um produto ou serviço digital, é necessário contar com profissionais que dominem dois diferentes aspectos do desenvolvimento: aqueles que se dedicam à parte visual de um site, aplicativo ou plataforma; e aqueles que trabalham na parte interna, que não é visível para os usuários mas é responsável pelo processamento da solução. Nesses dois ‘lados’, existem tecnologias específicas e é para esclarecê-las um pouco melhor que criamos esse SoftDictionary.

Frontend

Termo generalizado que se refere a entrada e/ou saída de dados. O frontend é a primeira camada com a qual nos deparamos ao acessarmos um site, uma intranet ou um sistema web. Nele encontra-se a interface de navegação e todos os elementos que a compõe, como formulários, por exemplo. Tecnologias como HTML, JavaScript e CSS são usadas no desenvolvimento frontend, além de frameworks como o Angular e o React.

(Se você quiser saber mais sobre essas tecnologias e frameworks, acesse nosso SoftDictionary: Tecnologias para Web).

Micro frontend

A aplicação frontend pode ser composta por várias aplicações menores. O Micro frontend é uma arquitetura que viabiliza isso, como se em um lego, ele fosse uma peça ou conjunto de peças.  O conceito é parecido com o de Microsserviços (que veremos abaixo), mas aplicado ao frontend.

Backend

Termo generalizado usado para descrever tudo que uma aplicação processa na parte do servidor. O backend é o nível de programação que envolve bancos de dados e recebe tudo o que é enviado pelo front-end. Ele pode ser uma API que vai entregar um JSON, um XML, ou mesmo uma página HTML, nos casos de aplicações monolíticas.

Microsserviços

É uma arquitetura para backend que permite que várias tecnologias diferentes sejam utilizadas em uma mesma API. Cada endereço de chamada da API é responsável por executar uma pequena parte de um ecossistema maior. Isso permite, inclusive, que determinados Microsserviços que precisam de mais provisionamento, sejam escalados isoladamente, gerando economia de recursos de máquina e consequentemente financeiros.

Aplicação monolítica / monólito

Termo usado para expressar o oposto de Microsserviços e Micro frontends. Trata-se de uma aplicação que em geral é grande, toda em uma mesma tecnologia, e que funciona de maneira única. Se você precisar alterar uma parte dessa aplicação, precisará compilar ela por completo e reenviá-la inteira ao servidor (deploy).

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre a construção de produtos e serviços digitais, se você tem uma ideia ou projeto e quer conversar sobre viabilidade, custos e prazos, entre em contato conosco!