Loading Softdesign

Node-RED no SoftDrops

Micaela L. Rossetti
por Micaela em 13/08/2019
4 minutos de leitura

Você já ouviu falar em Node-RED? O desenvolvedor Giovanni Comunello Jr. resolveu abordar o tema no SoftDrops para apresentar essa ferramenta aos colegas, visto que ela proporciona a conexão de dispositivos de hardware, APIs e serviços online. Criada em 2013 pelo time de Tecnologias Emergentes da IBM, o Node-RED fornece um editor baseado em navegação que facilita a conexão de fluxos para o desenvolvimento de aplicações para Internet das Coisas (IoT).

Plataforma Open Source

De acordo com Giovanni, a evolução da ferramenta fez com que a IBM tornasse o Node-RED um software de código aberto, a fim de que a comunidade pudesse contribuir e aperfeiçoá-la. Por esse motivo, hoje ela é bastante utilizada para a realização de Provas de Conceito (POCs) e também para o desenvolvimento de aplicativos variados.

É possível efetuar o download do Node-RED no site https://nodered.org/ e basta instalá-lo em qualquer servidor compatível com Node JS (tecnologia na qual foi desenvolvido). Na interface gráfica, cada caixa possui sua própria funcionalidade dentro do fluxo e, além das ferramentas já disponíveis na aplicação, é possível buscar outras para integração. Giovanni elucidou buscando pela Alexa (assistente de voz da Amazon) e assimilando-a ao fluxo exemplo.

O desenvolvedor contou que, em um projeto da SoftDesign, ele utilizou o Node-RED para construir um aplicativo que se comunicava com uma API que outro programador estava desenvolvendo. Como no início do projeto a API ainda não estava pronta para ser utilizada, o Node-RED serviu para simular a resposta que essa API daria para o aplicativo (via mock), garantindo a efetividade do mesmo e possibilitando a continuação do trabalho de forma independente.

Teste interativo

Antes de finalizar o SoftDrops, Giovanni convidou a todos para participar de um teste que havia preparado para o momento. A intenção foi demonstrar a facilidade e a versatilidade da criação de aplicações no Node-RED através de uma experiência interativa.

Por meio de seus celulares, os colegas presentes acessaram uma determinada URL que continha uma página com três botões: (1) para os que estavam sentados mais próximos à janela; (2) para os que estavam no meio da sala; e (3) para os que estavam mais próximos à porta. O desenvolvedor pediu para que eles clicassem nos botões de acordo com seus lugares e, assim, o sistema identificou a localização de cada celular.

No telão, foi projetada uma tela de controle com botões que permitiu que Giovanni desse play em uma música nos celulares dos colegas. Essa mesma tela também possibilitou o controle do volume do som de acordo com a localização dos celulares: aumentando o volume dos mais próximos à janela ao mesmo tempo que diminuía o dos mais próximos à porta. A sensação foi a de que o som se movia na sala, entre a janela e a porta.

Com essa demonstração, desenvolvida em uma hora, foi possível perceber a aplicabilidade do Node-RED. O objetivo foi mostrar que com a ferramenta, todos na sala puderam se conectar rapidamente e trocar informações.