Loading Softdesign

Mindfulness no SoftDrops

4 minutos de leitura

De acordo com a International Stress Management Association, o Brasil é o 2º país do mundo com maior nível de estresse – perdendo apenas para o Japão.  A cada dez trabalhadores, três tem síndrome de burnout (estado de esgotamento físico e mental ligado à vida profissional). O excesso de tarefas, que acarreta em ansiedade e até mesmo em depressão, são as causas por trás dessa enfermidade, que está cada vez mais presente no mundo moderno. Foi pensando nesses problemas que a Product Owner Iris Ferrera apresentou para os colegas, no SoftDrops, a técnica Mindfulness, também chamada de Atenção Plena. Inspirada no budismo, ela possibilita que o indivíduo desenvolva atenção ao momento presente e saia do estado mindless (piloto-automático), ao perceber pensamentos, sensações corporais e emoções no instante em que ocorrem.

Praticante de mindfulness e de meditação há 15 anos, Iris explicou aos colegas como essa técnica lhe ajudou a reduzir o estresse e ansiedade, a desenvolver foco nas suas tarefas do dia e também lhe proporcionou mais equilíbrio emocional. A PO destacou que, apesar da técnica não ter resultados científicos comprovados, ela pôde constatar os benefícios na sua vida cotidiana.

Mindfulness para times ágeis

A técnica, que ganhou visibilidade ao redor do mundo apenas em 2015, já era utilizada desde 2007 na empresa Google, com o programa de inteligência emocional intitulado “Busque Dentro de Você Mesmo”, que objetiva desenvolver o equilíbrio emocional de seus colaboradores. Assim, Iris enfatizou os aspectos positivos da utilização de mindfulness para o desenvolvimento de pessoas, principalmente em se tratando de times ágeis, inseridos em empresas do segmento de TI. “Nesse contexto, as equipes possuem multitarefas e, muitas vezes, assumem mais de um projeto ao mesmo tempo. Isso pode levar o profissional a ter desgaste emocional, reuniões improdutivas, ansiedade e estresse, podendo provocar até mesmo o seu afastamento no trabalho”, comentou a PO.

Como praticar a atenção plena

Conforme Iris, a atenção plena pode ser inserida em atividades básicas do dia a dia, tais como: caminhar, comer, escovar os dentes, etc. A proposta é prestar atenção em todas as sensações, cheiros e até mesmo sons que estão ocorrendo naquele exato momento. Para os iniciantes na técnica, é possível começar com duas práticas simples, que podem durar dois minutos e, com o tempo, podem aumentar de duração. São elas:

• Prestar atenção na respiração.

• Sentar em silêncio e se concentrar no momento presente, sem interagir com sentimentos e pensamentos relacionados ao passado ou futuro.

Gostou desse SoftDrops? Confira outros temas que nossos colaboradores estão compartilhando com os colegas clicando aqui.