PT | EN
Publicado dia 25 de outubro de 2022

Insights da Developer Survey 2022

| Tempo de leitura 8 minutos Tempo de leitura 8 minutos
Insights da Developer Survey 2022

Velocidade e volatilidade. A área da programação anda a passos largos e há quem não consiga acompanhar. Ano após ano, empresas e instituições se esforçam para mapear esses avanços (ou retrocessos) no que diz respeito à tecnologia e aos aspectos culturais. Uma importante aliada nessa jornada é a Stack Overflow, a ‘queridinha’ entre pessoas programadoras.

Para começar, é importante entender a grandeza dessa plataforma. Aos que ainda não a conhecem, trata-se de um site de perguntas e respostas para pessoas programadoras, sejam profissionais ou entusiastas. De acordo com os números mais recentes à data de publicação deste artigo, a Stack Overflow possui 23 milhões de perguntas, 34 milhões de respostas, 19 milhões de usuários e incríveis 7,7 milhões de acessos por dia.

Ao observar essa comunidade é fácil encontrar quem afirme que a plataforma se tornou parada obrigatória para muitos, e até mesmo a salvação para alguns. Portanto, considerando as estatísticas, não é de surpreender que sua pesquisa realizada desde 2011 possua tanta relevância entre aqueles que analisam a área. Além disso, o relatório também agrada os amantes de números e os defensores de tecnologias.

Pensando nisso, no artigo a seguir analisaremos os resultados da última pesquisa intitulada 2022 Developer Survey, que possui 73.268 respostas de pessoas oriundas de 180 países. Destacamos que como em qualquer levantamento estatístico, não consideramos os resultados apresentados uma verdade absoluta. Entretanto, eles servem como um panorama que aponta situações de alerta e perspectivas futuras.

O Cenário da Tecnologia

No que diz respeito à tecnologia, os dados da Developer Survey 2022 confirmam algumas tendências que se manifestaram nos últimos tempos. Há dez anos, a pesquisa apontou que, entre seus entrevistados, as cinco linguagens mais utilizadas eram: SQL, JavaScript, CSS, C# e Java. Nas respostas mais recentes, observamos que elas permanecem entre as linguagens mais populares e, portanto, fazem parte do ferramental da maioria dos desenvolvedores. Porém, ao analisar a curva de popularidade percebemos um comportamento interessante.

Na pergunta Tecnologias mais populares/ Linguagens de programação, marcação e scripting, a Developer Survey 2022 ressalta que o JavaScript continua reinando como a linguagem mais popular e, embora tenha descido alguns pontos ao longo desses últimos cinco anos, ainda mantém a estabilidade. Já o TypeScript foi de 17.4% (2018) para 34.83%, apoiado por ferramentas como Node.js, que permitem a execução em Back-end e utilizam o benefício da tipagem forte.

Por outro lado, linguagens bem consolidadas como Java, C# e PHP enfrentam um comportamento de queda, enquanto o próprio JavaScript, TypeScript e Python crescem cada vez mais em popularidade. Na parte mobile, percebemos que o Dart – muito utilizado e reconhecido pelo seu principal framework mobile Flutter – vem ganhando espaço junto a outras linguagens de desenvolvimento nativo, como Kotlin e Swift

Gráfico com os dados das Linguagens mais Populares.
Fonte: https://survey.stackoverflow.co/2022/

Frameworks Populares

Ainda dentro da ‘bolha JavaScript’, pode-se dizer que essa tecnologia tem beneficiado milhões de desenvolvedores, visto que além de grande versatilidade, possui uma curva de aprendizado simples. Nisso, concordamos que não há o que discutir. Entretanto, quando falamos em frameworks e bibliotecas, a polêmica é garantida. Nesse páreo estão em destaque Angular, React.js e Vue.js, além do jQuery, que para desgosto de muitos ainda está bem presente.

Comparando a Developer Survey 2022 com resultados de anos anteriores, podemos destacar alguns insights importantes. O primeiro deles é a queda de popularidade do jQuery, que sobrevivia no Top 1 devido ao código legado, situação que mudou em 2021. O segundo destaque é o crescimento do React.js, quase inversamente proporcional à queda do jQuery, consolidando-se como uma das tecnologias Front-End web mais usadas entre profissionais e estudantes da área.

Já o terceiro insight que podemos destacar é sobre o Vue.js, que vem discretamente ganhando espaço como uma opção viável entre os ‘grandões’ Angular e React.js. Entretanto, o quarto destaque da Developer Survey 2022 diz respeito justamente ao Angular, que já nem é mais tão grande assim. Notamos uma queda considerável em seu uso desde 2019, perdendo a atenção dos que estudam e recebendo apenas 10% de popularidade entre os demais. 

Gráfico com informações dos Frameworks JavaScript Front-end mais populares.
Fonte: https://survey.stackoverflow.co/2022/

Love Is In The Air

Mas, afinal, quais são as tecnologias mais amadas? Mantendo o posto de linguagem número um, por sete anos consecutivos, está a Rust, cujo slogan é A language empowering everyone to build reliable and efficient software. Empresas como Google, Microsoft e Facebook usam essa linguagem para otimizar seus sistemas, já que ela tem sido reconhecida como um C++ moderno, que resolve problemas envolvendo memória e concorrência, além de ser altamente performática. 

Também merece ser destacado que na segunda e terceira posição estão linguagens funcionais, respectivamente, Elixir e Clojure. Como já explicado em um post do nosso blog, a Programação Funcional tem conquistado presença entre muitos gigantes devido aos conceitos que beneficiam o uso de código concorrente e o paralelismo, evitando efeitos colaterais. Portanto, além de ganhar uma grande adoção, também possui uma forte atração.

Gráfico com as Linguagens mais amadas.
Fonte: https://survey.stackoverflow.co/2022/

Há muitos outros insights que a Developer Survey 2022 revela:

  • Azure supera o GCP (Google Cloud Platform) com o 2º lugar entre plataformas Cloud mais utilizadas, com AWS ainda em primeiro;
  • PostgreSQL superou o Redis como banco de dados mais popular (72.08%);
  • Phoenix – tecnologia Elixir – é o web framework mais amado (83.51%); 
  • Com respeito aos web frameworks mais amados, Svelte supera concorrentes do mesmo ecossistema JavaScript (75.28%).

O Perfil da Pessoa Programadora em 2022

Indo além de informações técnicas sobre linguagens, tecnologias e frameworks, a Developer Survey 2022 também efetuou questionamentos relacionados às características das pessoas profissionais e estudantes da área. Algumas informações nos trazem boas perspectivas, já outras deixam um alerta no ar.

No que diz respeito à educação e ao aprendizado, é curioso notar que nesse período pós-pandemia – com a explosão de conteúdo on-line – o número de pessoas que responderam que utilizam recursos como vídeos, blogs e fóruns para aprender a programar saltou de 59.53% (2021) para 70.91%. Logo depois, com 62.18%, estão as pessoas que recorrem a uma universidade ou escola.

Esse dado confirma o cenário atual do nível de escolaridade entre as pessoas profissionais da área, já que pelo gráfico abaixo notamos que mais de 75% dos participantes possuem graduação, mestrado ou doutorado, mostrando que existe valor competitivo em conquistar um nível superior de escolaridade.

Fonte: https://survey.stackoverflow.co/2022/

Entretanto, nem tudo são flores quando olhamos para os dados de representatividade. Infelizmente, ano após ano, essa pesquisa revela um número muito maior de pessoas do gênero masculino (90%). Ao longo de todos esses anos, pessoas do gênero feminino e grupos minoritários – como não-binários e queer – não somam juntos 10% do total dos pesquisados.

É doloroso refletir sobre como as mulheres desempenharam (e desempenham) um papel crucial na história da programação, e em como, por conta de fatores socioculturais, elas foram sendo afastadas desse universo. Não é preciso ir muito longe para entender esse cenário, já que Hollywood, por exemplo, aprecia e propaga a figura do programador com personagens representados por homens com profundo conhecimento matemático e perfil antissocial. 

Fonte: https://survey.stackoverflow.co/2022/

O Que Será de Nós?

Ao considerar os dados e informações compartilhadas nesse artigo, precisamos ter a convicção de que eles não provam que uma tecnologia é melhor que a outra. Afinal, como dizem as pessoas programadoras, “tecnologia boa é aquela que paga as contas”. Ainda assim, é importante olhar para esses números e refletir: será que vale a pena se empenhar em uma tecnologia específica? Qual deve ser a nova meta de estudos?

Uma coisa é certa: tratando-se de programação, toda hora é hora para aprender algo novo! Então, pesquisas como a Developer Survey 2022 nos auxiliam a guiar melhor os nossos esforços. Além disso, quando refletimos sobre esses dados demográficos, entendemos a importância de uma especialização formal na área de Tecnologia e Sistemas da Informação. Essas informações também trazem alertas para que empresas busquem ações afirmativas capazes de ampliar a diversidade nos ambientes de trabalho. 

A Developer Survey 2022 contém muitos outros tópicos interessantes envolvendo informações demográficas, de trabalho, salários e empresas. No final do relatório, é possível encontrar mais detalhes sobre a metodologia da coleta de dados. Confira a pesquisa na íntegra.

Foto do autor

Matheus Darós Fernandes

Desenvolvedor Flutter na SoftDesign. Formado em Análise e Desenvolvimento de Software. Nerd e apaixonado por programação e suas tendências. Há oito anos em contato com a área de desenvolvimento e, recentemente, com o mundo mobile.

Quer saber mais sobre
Design, Estratégia e Tecnologia?