Criatividade nos times de desenvolvimento

Tempo de leitura: 5 minutos

No mercado de  tecnologia, podem surgir distinções entre os perfis que são considerados mais criativos, como os designers, e os mais metódicos, como os desenvolvedores. Em mais uma edição online do SoftDrops*, a Product Owner Iris Ferreira apresentou cases que desafiam essa percepção. Em sua fala, a PO demonstrou como se utiliza a criatividade para solucionar problemas lógicos.

Ao iniciar, Iris falou justamente sobre esse estereótipo, de que a criatividade estaria dentro das Ciências Humanas. Ela comentou que essa visão começa a ser desenvolvida durante o período escolar, ao sermos ensinados que a criatividade não pode ser utilizada para resolver equações na matemática, por exemplo. Dessa forma, qualquer atividade das Ciências Exatas seria metódica e sequencial, sem relacionar-se à criatividade.

Para desconstruir essa percepção, a PO salientou que há aspectos da criatividade que nos permitem ser lógicos e que ela pode, de fato, auxiliar na resolução desse tipo de problema. Essa afirmação fica ainda mais evidente nos times de desenvolvimento, visto a importância de ter um time disposto a desenvolver a capacidade criativa de cada um. Antes de mostrar os cases reais, Iris definiu o que significa ‘criatividade’ e ‘problema’ nesse contexto.

Definindo criatividade e problema

O psicólogo e teórico das inteligências múltiplas Howard Garner ressalta que “quando usamos a palavra criatividade, não estamos falando apenas sobre alguém que é bom em alguma coisa, estamos falando sobre alguém que está usando as habilidades de forma inovadora”. Já Murilo Gun, professor de criatividade, define que “criatividade é a combinação de vários saberes do nosso repertório interno”. Com base nessas definições, Iris resumiu que criatividade é a utilização de combinações dos nossos aprendizados intelectuais, culturais, sociais e demais repertórios para a resolução de problemas.

Já o problema, de acordo com a PO, é qualquer necessidade que demande uma solução, uma oportunidade ou um desafio que precisa ser resolvido. Isso pode envolver desde uma equação matemática até um problema de desenvolvimento, como as situações que veremos a seguir. Podemos pensar da seguinte maneira: quando se usa a imaginação para criar uma combinação inédita no nosso repertório, é criatividade. Quando desenvolvemos uma solução, a partir da criatividade, é inovação.

“A criatividade não é um dom, é uma capacidade que necessita de treinamento e desenvolvimento.”
(Iris Ferreira, Product Owner) 

Criatividade em prática

Após explicar essas definições, Iris convidou alguns colaboradores – que, atualmente, integram o mesmo time -para compartilhar como encontraram soluções criativas no projeto em que estão trabalhando.

Filipe Condé – Desenvolvedor
Problema: acesso externo em uma API, sem comprometer as normas de segurança do cliente e exigir autenticação.

Solução:  criou uma solução inédita de acesso externo, mantendo a segurança da API, a partir do conhecimento de diferentes colaboradores que, em conjunto, criaram hipóteses para chegar em um modelo ideal – que está atualmente em desenvolvimento.

Felipe Schultz – Desenvolvedor
Problema: criar um componente de modal personalizado que pudesse ser utilizado em diversas telas sem que fosse necessário gastar muito tempo configurando-as em cada uso.

Solução: ao utilizar o Ionic em outro projeto, Schultz percebeu que o framework fornecia um módulo que atendia essa necessidade e o recriou. Ainda assim, era necessário que o serviço criasse visualmente o componente. A partir de uma pesquisa – e da combinação do módulo overlay (Angular CDK) – foi possível resolver o problema.

Letícia Lisboa – Desenvolvedora Back-End
Problema: o trabalho remoto dificultou a troca de conhecimento e os momentos de brainstorming. Leticia tinha uma solução em mente para resolver o problema de consumir dados externos à aplicação e como processar esses dados, e precisava compartilhar o que tinha em mente com a equipe.

Solução:  a desenvolvedora criou manualmente desenhos detalhados, com fluxos de comunicação entre os componentes, para compartilhar com os colegas e alinhar as perspectivas e formato de trabalho.

Diego Umpierre  – Especialista JAVA 
Problema: fazer apontamentos em lotes retroativos com uma grande quantidade de validações.

Solução: Criou um workflow de dados paralelo ao sistema para realizar um processamento que consultava diversas tabelas e fazia etapas de validações, usando uma combinação de conhecimentos – como atendimento ao cliente, desenvolvimento, testes, estrutura de dados e arquitetura.

Time multidisciplinar para desenvolver soluções eficientes

Ao compartilhar os problemas e as soluções do time no SoftDrops, Iris demonstrou como a criatividade é resultado da curiosidade somada ao background de cada colaborador. Isso fortalece a importância de ter times multidisciplinares, com conhecimentos complementares, e de alta performance. Dessa forma, com criatividade, nos tornamos capazes de desenvolver soluções eficazes e gerar a inovação que constantemente buscamos.

*O SoftDrops é um evento de troca de conhecimento que acontece todas as quartas-feiras, na sede da SoftDesign. A cada semana, um colaborador se predispõe a expor para os colegas algum tema de seu interesse, que tenha relação com os três pilares do nosso negócio: design, agilidade e tecnologia. A minipalestra dura em torno de trinta minutos e é seguida por um bate-papo entre os participantes.

Sugestões ou críticas para nosso blog? Entre em contato pelo endereço mkt@softdesign.com.br.