vamos conversar?

Métodos ágeis para facilitar o home office

Tempo de leitura: 6 minutos
Método Ágil
por em 19 de março de 2020

Em tempos de pandemia de corona vírus, muitas empresas se depararam com um novo desafio: tornar possível que todos os seus colaboradores trabalhem de casa, sem afetar a organização, a produtividade das equipes e as entregas aos clientes e parceiros. Apesar de o home office já ser uma possibilidade há muito tempo, diversas organizações ainda optam pelo trabalho presencial, visto todos os obstáculos que a modalidade remota apresenta.

Existem muitas orientações disponíveis para realizar um bom e efetivo trabalho à distância (organizar seu escritório em casa, ter horários de trabalho definidos, etc.), mas uma questão crucial não costuma ser citada: como fica a colaboração da equipe quando todos estão afastados?

Talvez esse seja o maior desafio do trabalho remoto: não trabalhamos sozinhos. Precisamos de times e de pessoas – cada um com suas habilidades específicas – para realizar a maioria das nossas atividades e tornar as nossas entregas as melhores possíveis.

Vantagens da agilidade

Na SoftDesign, o que nos permite realizar o home office com tranquilidade é a agilidade. A cultura ágil e os diversos métodos que ela inclui são ferramentas poderosas para o desenvolvimento de produtos em equipes colaborativas.

1.Colaboração real: o home office muitas vezes não é a fonte dos problemas, é apenas um amplificador que nos faz enxergar aqueles que antes já existiam. Um desses problemas é que grande parte das equipes são apenas um grupo de pessoas trabalhando juntas, e não um time com colaboração real. A cultura ágil ensina os times a colaborar de verdade – isso envolve discordar e discutir de forma produtiva, dar feedback sobre o trabalho dos colegas, ser realista sobre adversidades.

2. Valores: a cultura ágil trabalha valores como coragem, foco, comprometimento, respeito e abertura (valores do Scrum). Eles permitem que o time conquiste colaboração e crie esse senso de time, trabalhando com foco em um objetivo comum, mesmo estando distantes.

3. Transparência, inspeção e adaptação: nos métodos ágeis, a filosofia de gestão não é baseada em microgerenciamento, mas sim nos três pilares transparência, inspeção e adaptação. A transparência facilita o trabalho remoto, pois permite que todos saibam o que está acontecendo; e a cultura de inspeção e adaptação faz com que todos sejam proativos na solução de problemas e impedimentos.

4. Proximidade com o cliente: nos métodos ágeis, o Product Owner (PO) do time está diariamente em contato com o cliente, escutando suas demandas e seus feedbacks e passando tais mensagens para os demais integrantes da equipe. Muitas vezes, nem há essa distinção – o cliente trabalha junto conosco em um grande time. Esse contato constante já é feito, muitas vezes, de forma online, o que dá agilidade ao trabalho;

5. Ferramentas: o pilar da transparência, para ser conquistado, exige ferramentas. Alguns times utilizam Quadros Kanban na parede mas, para facilitar o trabalho remoto, aqui na SoftDesign sempre optamos por ferramentas online como o Jira. Ela propicia o planejamento e acompanhamento do trabalho por todos os membros da equipe e, inclusive, pelo cliente – em tempo real;

6. Cerimônias Scrum: são reuniões com propósito claro e tempo pré-definido, que permitem que o time pare suas tarefas para discutir o andamento do projeto sem aquela sensação de estar perdendo tempo. São elas: planning (reunião de planejamento do trabalho); daily (reunião diária de organização do time); review (reunião de revisão da entrega com o cliente) e retrospective (reunião de melhoria contínua). Normalmente, essas cerimônias são realizadas presencialmente, mas através de softwares de vídeoconferência é possível executá-las com toda a equipe online, sem perdas para o processo;

Métodos ágeis para todos os setores

Talvez nesse momento você esteja pensando que, como a sua empresa não é de tecnologia, os métodos ágeis não são uma possibilidade na sua realidade de home office. De fato, os principais métodos ágeis foram criados por times de desenvolvimento de software mas, com o tempo, passaram a ser aplicados em diversas áreas de trabalho.

Até porque, como já explicamos neste texto sobre Transformação Digital, a partir do momento que um setor implementa métodos ágeis e garante a produtividade e a cadência das entregas, os demais setores da empresa precisam também colocá-los em prática, a fim de dar vazão ao trabalho como um todo. Quer dizer: se a TI entrega mais; a operação precisa produzir mais; e as vendas precisam vender mais.

Como começar?

Dentro do universo ágil, existe uma figura chama Agile Coach. Ele é um mentor, alguém que compartilha conhecimento e experiência sobre práticas ágeis; e também um facilitador, que está sempre ajudando os outros a melhorar. Na SoftDesign, temos alguns agilistas que executam esse papel em diversas empresas – que buscaram ajuda para implementar métodos ágeis nos seus processos.

Por meio da Consultoria em Métodos Ágeis, atuamos com treinamento e acompanhamento, explorando conceitos com o objetivo de promover o entendimento da cultura, das ferramentas e das técnicas que apoiam os métodos ágeis. Se você quiser saber como funciona na prática este serviço, pode assistir ao depoimento do time da Green Card, que conversou conosco sobre ele. Ou então, pode preencher o formulário abaixo que um de nossos consultores entrará em contato com você.


Foto do autor

Karina Hartmann

Karina trabalha na concepção de produtos digitais para startups e grandes empresas. Também já foi Gerente de Projetos, Analista de sistemas, Programadora Java, e já trabalhou com melhoria de processo.
É Mestre em administração pela UFRGS, onde estudou métodos de desenvolvimento de produtos digitais inovadores. É Bacharel em Matemática aplicada e Pós-graduada em Governança de TI.
Tem as certificações CSM, PMP, CFPS e CPRE-FL.

Deseja receber novidades sobre

DESIGN, AGILIDADE e TECNOLOGIA?

SoftDesign